Por que aplicar gestão do conhecimento nas indústrias é essencial

Por que aplicar gestão do conhecimento nas indústrias é essencial

Contato com fornecedores, produção de mercadorias, venda e atendimento aos clientes. Esses são apenas alguns dos processos industriais diários que geram informações importantes para o crescimento de uma companhia. Da gestão ao chão de fábrica e dos parceiros aos consumidores, todos os envolvidos nas atividades que fazem uma empresa funcionar produzem conhecimento que, se organizado e direcionado estrategicamente, é capaz de alavancar os negócios. Implementar a gestão do conhecimento nas indústrias é, dessa forma, a garantia de que o know-how não vai ficar restrito a algumas pessoas ou esquecido no meios das tarefas diárias e, ao mesmo tempo, de que sua empresa vai estimular a inovação.

Para ilustrar melhor como isso acontece, imagine o funcionamento de uma fábrica de brinquedos. Ela é formada por vários setores, cujas equipes realizam diferentes atividades. Tem a que desenvolve novos produtos para inovar o portfólio, a que cria as peças e monta os brinquedos, a que cuida do estoque, a responsável pelas finanças, a que desenvolve estratégias de marketing, a que busca parceiros para compra de materiais e venda dos produtos finais e assim por diante. Cada um desses setores tem um know-how específico, constituído pelo conhecimento teórico dos colaboradores e pela experiência que adquiriram tanto durante o trabalho naquela indústria quanto no realizado em outras empresas.

A partir daí podemos pensar em dois quadros: o primeiro focado no conhecimento coletivo, ou seja, aquele compartilhado pela equipe; e o segundo direcionado para o individual de cada funcionário. Em um departamento existem informações que são de conhecimento geral, pois são básicas para o funcionamento dele. Outras, entretanto, ficam restritas a cada pessoa — e são exatamente aquelas relacionadas à sua experiência particular. Agora, imagine como a equipe poderia crescer se esse conhecimento individual fosse compartilhado com todos. E, seguindo uma estratégia bem definida, pense o quanto os outros setores também se beneficiariam com essa troca de conhecimento, otimizando seu desempenho. Este é exatamente o objetivo da gestão do conhecimento (GC).

As vantagens de aplicar a gestão do conhecimento nas indústrias

A GC engloba diversas metodologias e ferramentas com o objetivo de administrar todo o conhecimento produzido em uma empresa, identificando-o, renovando-o e direcionando-o estrategicamente. O resultado dessas práticas é que os colaboradores têm acesso às informações das quais realmente precisam, de modo que a produção nos diversos departamentos é otimizada e os resultados tornam-se cada vez mais consistentes, garantindo que as atividades estejam sempre em desenvolvimento e sua indústria fique mais propícia à inovação. Vamos explicar como isso acontece voltando para o exemplo da fábrica de brinquedos:

Maria é uma nova funcionária do setor de vendas e ainda está no início de sua experiência profissional. Embora ela já tenha apresentado bons resultados durante o trabalho, devido à sua formação e bagagem trazida de outros outros lugares, ainda não conhece com profundidade a fábrica e os clientes. Essas informações podem ser facilmente obtidas com os colegas de equipe que também são capazes ensinar técnicas bem-sucedidas de abordagem ao público-alvo, descobertas na prática por aqueles mais experientes. Além de ajudar no crescimento profissional de Maria, isso estimula o próprio crescimento corporativo.

Analisando agora de forma mais ampla, cada departamento tem informações valiosas que podem ajudar não só no trabalho um do outro, mas também nas tomadas de decisões. Retomando a ideia do setor de vendas, Maria e seus colegas têm acesso a dados preciosos sobre os clientes, que podem ajudar o marketing a desenvolver ações eficazes e a equipe de projetos a criar produtos que realmente atendam às demandas deles. Ao compartilhar essas informações, a indústria abre as portas para a inovação e ganha uma importante vantagem competitiva no mercado.

Na fábrica de brinquedos, por exemplo, foi percebido que o público-alvo não busca apenas produtos para a diversão dos filhos, mas também para seu próprio entretenimento. Assim, passa a desenvolver jogos e ações de marketing voltados para uma faixa etária mais alta. Para você entender melhor como funciona a GC e as vantagens que ela pode trazer para sua empresa, assista o vídeo que produzimos:

Como a gestão do conhecimento se relaciona com outras áreas

Nos artigos anteriores desta série dedicada para as indústrias, mostramos como o marketing de conteúdo, o inbound marketing e os treinamentos corporativos em e-learning podem alavancar o crescimento desses negócios. Agora, vamos mostrar como a gestão do conhecimento está relacionada a essas estratégias e, por isso, vai impulsionar ainda mais os resultados. Acompanhe:

Marketing de conteúdo e inbound marketing

O marketing de conteúdo e o inbound marketing são estratégias que trabalham juntas para divulgar e fortalecer uma marca a partir da distribuição de conteúdo de qualidade e relevante para a vida das pessoas. Esse processo é feito de forma estratégica para alcançar aqueles que realmente se interessam e precisam dos seus produtos, utilizando, para isso, as ferramentas e os canais mais adequados. O objetivo é tornar a indústria uma referência no mercado, conquistando e fidelizando os clientes.

Mas onde buscar o conhecimento que seu público precisa e como saber quais informações ele quer receber ou qual material prefere? Bom, essas questões podem ter respostas mais precisas com a ajuda da gestão do conhecimento. Isso porque a metodologia vai reunir informações diretamente de onde elas são produzidas, organizá-las e disponibilizá-las para quem precisa, como já explicamos. Dessa forma, os responsáveis pela estratégia de marketing de conteúdo e de inbound marketing vão saber como desenvolver ações que conquistem e fidelizem os potenciais clientes, trabalhando o relacionamento com eles ao longo de toda a jornada do consumidor.

Educação corporativa

Em relação à educação corporativa, as técnicas de GC ajudam a desenvolver cursos e treinamentos que realmente atendam às necessidades dos profissionais, motivando-os e engajando-os com o conteúdo estudado. Dessa forma, o e-learning pode ser utilizado tanto para compartilhar o conhecimento de um colaborador com o restante da equipe da qual faz parte e com novos integrantes, como é o caso de Maria, quanto para atualizar o conhecimento de todo um setor com informações provenientes de outros. Assim, a GC vai estar presente ao longo de todas as etapas de desenvolvimento dos cursos: do planejamento à análise dos resultados, o que é essencial para gestores e coordenadores acompanharem o desempenho de cada participante.

Com a gestão do conhecimento, sua indústria tem mais possibilidades de crescer e se fortalecer no mercado, atendendo às demandas internas e externas durante a busca por oferecer o melhor ao seu público-alvo. Entre em contato com nossa equipe e descubra como implementar a GC no seu dia a dia e colher excelentes resultados!
Clique aqui e baixe grátis o e-book sobre Gestão do Conhecimento

Tópicos:

Comentários