Descubra como implementar e-learning em treinamentos corporativos

Descubra como implementar e-learning em treinamentos corporativos

Implementar e-learning em treinamentos corporativos é uma das formas mais eficazes de fomentar a educação na sua empresa. Isso porque não só facilita o acesso dos colaboradores ao conhecimento necessário para desempenharem suas atividades, como também desenvolve cursos mais engajadores e que se adaptam às necessidades e à disponibilidade dos participantes. Já comentamos aqui no blog diversas vantagens de utilizar o ambiente virtual para promover a educação continuada de profissionais e, neste artigo, vamos mostrar o que deve ser feito para a educação a distância (EAD) fazer parte da sua rotina.

Mas antes de falarmos sobre isso, vamos recapitular o que é exatamente o e-learning e por que ele é tão eficaz no ambiente empresarial. Bom, essa modalidade de ensino é um segmento da educação a distância e é caracterizada por promover a relação de ensino-aprendizagem no ambiente digital. Em suma, trata-se de utilizar a tecnologia a favor da educação, o que proporciona resultados bastante positivos, inclusive para treinamentos corporativos, pois, além de desenvolver novas habilidades nos colaboradores, permite observar uma mudança de comportamento deles em pouco tempo. E isso impacta diretamente nos resultados do negócio, ajudando-o a crescer.

É importante ressaltar também que o e-learning pode ser utilizado para todo tipo de treinamento e conteúdo corporativo, porque possibilita o desenvolvimento e a oferta de diferentes tipos de materiais, o que inclui tanto o conteúdo em formatos mais tradicionais, como textos, quanto o uso de simulações do ambiente de trabalho para que os participantes possam praticar e testar o aprendizado em diferentes situações. Além disso, também é possível utilizar técnicas, como o gamification e a andragogia, tornando o curso mais engajador, motivador e adequado ao público adulto, por exemplo.

Como implementar e-learning na educação corporativa

Ao contrário do que alguns podem pensar, projetos para implementar e-learning em cursos e treinamentos empresariais não é algo exclusivo de grandes organizações. Essa modalidade de ensino também é indicada para empresas menores que buscam desenvolver uma cultura educativa nas equipes. Outro fator importante é que ela pode ser utilizada por empresas que atuam em diferentes segmentos do mercado, apresentam modelos de negócios variados (franquias, e-commerces, indústrias) ou desejam criar cursos on-line como uma estratégia para conquistar o público-alvo e se tornar uma referência na área em que atuam.

E isso é possível por conta das características da plataforma em que os cursos ficam hospedados, o AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem). É esse espaço que permite o reaproveitamento do treinamento sempre que necessário, o que reduz custos, permite a disponibilização de conteúdo nos mais variados formatos, possibilita o acompanhamento preciso do desenvolvimento de cada estudante ao longo do curso e até a personalização do conteúdo, considerando as necessidades de cada um.

Entretanto, para que os cursos e treinamentos sejam bem desenvolvidos e, assim, proporcionem os resultados almejados, é preciso seguir alguns procedimentos que permitam a implementação do e-learning com sucesso. Acompanhe:

1 – Planejamento

Assim como acontece na preparação de aulas presenciais, o primeiro passo para implementar e-learning na sua empresa é fazer um planejamento. Nele, deve-se considerar a situação atual dos colabores, identificando qual é o tipo de conteúdo que preferem, quais são as deficiências que apresentam, quais são os temas que precisam ser abordados e assim por diante. Essas informações permitem que os cursos e treinamentos estejam de acordo com as reais necessidades da empresa e atendam às expectativas dos participantes. A partir disso, também é preciso definir como será o processo de desenvolvimento do e-learning, estabelecendo metas, definindo uma estratégia de ensino e escolhendo as metodologias adequadas.

2 – Escolha de uma plataforma

Em seguida, é necessário escolher uma plataforma para a gestão de aprendizagem on-line, conhecida como LMS (do inglês, Learning Management System) ou, em português, AVA. É nela que os cursos e treinamentos são montados e acessados e também onde os dados de todos os participantes são armazenados de forma organizada, de modo que os tutores e monitores possam acompanhá-los. Esse ambiente corresponde ao que chamamos de salas de aula on-line e oferece diversas possibilidades para o processo de ensino, como a disponibilização de ferramentas para interação entre tutores e alunos.

3 – Produção dos treinamentos

Esta etapa é o momento em que os cursos ou os treinamentos são desenvolvidos. Isso deve ser feito a partir das necessidades identificadas na sua empresa para que as informações disponibilizadas no e-learning realmente promovam o conhecimento e desenvolvam as habilidades desejadas. Em seguida, deve-se elaborar um roteiro que siga o planejamento estabelecido para o curso, separando o conteúdo em módulos e identificando o formato dos materiais a serem disponibilizados. A partir disso, é preciso elaborar os materiais. Lembre-se de aproveitar as possibilidades que o meio eletrônico oferece e produza videoaulas, podcasts, e-books, infográficos, exercícios do tipo quiz ou questionários, por exemplo.

Esses três passos são essenciais para implementar e-learning na educação corporativa de forma eficaz, mas lembre-se de que contar com o apoio de profissionais vai fazer toda a diferença na qualidade do projeto final. Para entender melhor sobre este tema, baixe gratuitamente nosso e-book e, claro, se tiver qualquer dúvida, entre em contato com nossa equipe. Estamos prontos para ajudá-lo!

Clique aqui e baixe grátis o e-book sobre E-Learning

Tópicos:

Comentários