Gere valor para sua loja com o marketing de conteúdo para varejo

Gere valor para sua loja com o marketing de conteúdo para varejo

Os princípios utilizados no marketing de conteúdo para varejo são os mesmos que têm transformado os resultados de empresas de diferentes setores da economia. Ainda assim, para esta área em específico, o retorno pode ser ainda mais impressionante. Isso porque, por meio dessa estratégia, ocorre realmente um diálogo, que se dá de forma direta com o público final. E diálogo é a palavra-chave quando falamos em marketing de conteúdo porque não é apenas você se comunicando para o interlocutor ouvir passivamente. É, de fato, uma troca que, por sinal, está muito mais antenada com o comportamento da sociedade hoje em dia, motivada pelas redes sociais e pela democratização da comunicação.

Ou seja, as possibilidades de negócios são muito maiores e o contato é mais próximo, humanizado e direto. É só verificar que, naturalmente, as pessoas já interagem com a sua empresa, seja na loja física, seja na internet, ao fazer uma pesquisa de preço ou tirar uma dúvida sobre determinado produto. A intenção aqui, portanto, é capitalizar esse contato, tanto convertendo o diálogo em venda quanto transformando a venda em fidelização.

Como o marketing de conteúdo para varejo atua

Para quem ainda tem dúvidas sobre como o marketing de conteúdo pode auxiliar nesse processo, basta começar entendendo o que é essa estratégia. Trata-se de uma forma eficaz de engajar o público-alvo por meio de conteúdo qualificado e relevante. Com isso, é possível envolver e fidelizar essas pessoas de modo que elas criem laços com a sua empresa e, assim, incrementem as suas vendas.

E como é feito isso? Basicamente, fornecendo informações úteis por meio de canais estruturados, de forma planejada e estratégica. Os temas têm de estar relacionados com o seu negócio e atender aos interesses dos seus clientes e daquelas pessoas que a sua loja pretende alcançar, os chamados prospects. Consequentemente, as pessoas vão avaliar a sua empresa como uma referência no assunto, tornando a decisão de compra mais fácil conforme a confiança é fortalecida.

Deu para entender a lógica? O interessante é sempre estar próximo do público-alvo, entregando o que ele quer e precisa em termos de conteúdo. Além disso, esses conteúdos também serão essenciais para atrair novos consumidores para sua loja. Essa estratégia de atração, aliás, é uma ferramenta do inbound marketing, que já explicamos em detalhes num outro post aqui do blog.

Clique aqui e baixe grátis o e-book sobre Inbound Marketing

Então, basicamente, a ideia é agregar valor para sua marca para destacá-la perante os concorrentes e desenvolver um diferencial que vá além dos produtos. Afinal, o cliente precisa ter confiança na sua empresa, na política dela e naquilo que ela diz. Então, por exemplo, se um cliente compra em sua loja física um eletrodoméstico que estraga após o segundo mês de uso, e ele encontra um post no blog explicando as regras para troca, garantia e assistência técnica, ele vai entender facilmente como proceder para solucionar o problema, dispensando a necessidade de trabalho presencial. Mas se, porventura, ele quiser trocar na loja, com o post no blog ele pode verificar que a recusa em trocar não é descaso com o atendimento, mas, simplesmente, definições do próprio fabricante.

Claro, isso é apenas um exemplo, mas não deixa de ser relevante. Quantas situações diárias a sua equipe de vendas passa com clientes que argumentam a respeito de descontos ou prazos de pagamento que teriam sido prometidos ou produtos que ele alega ter visto, mas você nunca vendeu? Ter canais de comunicação claros e diretos auxilia no alinhamento das suas políticas e ações junto aos clientes, deixando registrado sua forma de atuação, as motivações para isso e fazendo com o que o cliente tenha uma comprovação da coerência das ações adotadas.

Mas para além de uma questão simplesmente apaziguadora de conflitos, o marketing de conteúdo pode atuar como um suporte para o cliente. Por meio dos canais da sua loja é possível ajudá-lo, por exemplo, no uso e montagem de produtos (no caso de móveis pequenos ou artigos de decoração). E tem mais: também pode compartilhar tendências da moda (para varejo de moda e lojas de joias e bijuterias), ensinar receitas (para supermercados, lojas de artigos para cozinha e varejo de linha branca) e publicar resenhas literárias (para livrarias).

A intenção é mesmo produzir conteúdo para facilitar o dia a dia de quem comprou (que pode servir como pós-venda e reforçar a estratégia de fidelização) e compartilhar conhecimentos sobre o que você oferta, iniciativa capaz de motivar à compra daqueles que estão querendo saber mais sobre o que a sua loja vende.

E isso vale para todo tipo de comércio: lojas de departamento, de roupas, calçados, decoração, materiais de construção, supermercados, presentes, brinquedos, enfim, tanto on quanto off-line.

Quais canais usar para fazer acontecer o marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo funciona com o auxílio de diversas plataformas. Tudo começa com um bom site que transpareça a identidade da sua empresa e tenha um bom conteúdo institucional capaz de fazer com que o cliente conheça a que você veio. Mas para compartilhar conteúdo, o ideal é estruturar um blog, que deve ser linkado no seu site.

É no blog que será desenvolvida toda a estratégia de conteúdo. Ali devem ser postados os textos que vão conectar o cliente com a sua loja. As pautas podem partir daquelas ideias que mencionamos anteriormente: suporte, dicas úteis e informações técnicas. Causas que sua empresa abraça também podem ser retratadas nesse espaço, porque criam identificação. Por exemplo: se sua loja de roupas tem por princípio não vender peças em couro ou pele, textos sobre respeito com os animais aproximam pessoas que têm essa visão e criam valor para você.

Como suporte ao blog, as redes sociais são o meio mais imediato de interação com seu público. Inclusive são espaços ideais para compartilhar os conteúdos desenvolvidos. Mas, atenção! Tudo precisa ser conduzido com planejamento para que essas mídias favoreçam os seus resultados. Por isso é imprescindível que especialistas cuidem desses canais, evitando que decisões equivocadas gerem situações negativas. Lembre-se de que o poder de viralização nas redes é altíssimo e elas podem tanto ajudar a expandir quanto prejudicar seu negócio.

Os e-mails marketing são uma maneira pessoal de manter contato com seu público e deixá-los atualizados das suas novidades. Eles podem chamar a atenção para novidades da loja e também para os conteúdos desenvolvidos, do blog ou outros materiais mais específicos, como infográficos e e-books.

E por falar neles, os infográficos têm um poder de sintetizar explicações úteis de forma muito visual com auxílio de textos curtos. Eles podem auxiliar, por exemplo, para explicar as funcionalidades de um eletrodoméstico novo ou mais moderno, os recursos de um smartphone recém-lançado e até mesmo as propriedades nutricionais de determinados alimentos.

Os e-books, por sua vez, utilizam mais o texto como maneira de explicar algo. Lembram do exemplo que demos sobre a loja que não vende couro e peles? Então, no e-book isso pode ser aproveitado, mostrando como é possível garantir a qualidade das peças sem a utilização de nenhuma matéria-prima de origem animal. Também pode ser ressaltado como isso contribui para o meio-ambiente, para um mundo melhor e, no final, destacar o que a loja oferece que respeita tudo aquilo que foi apresentado.

O mesmo pode ser feito para uma livraria. Como o público é bastante leitor, esse material normalmente gera muito interesse dos clientes e potenciais clientes. Ele pode trazer informações úteis sobre conservação dos livros ou mesmo sobre clássicos modernos da literatura, mercado editorial brasileiro, enfim, pautas é o que não falta.

Basicamente são esses materiais utilizados para desenvolver uma estratégia de marketing de conteúdo. Mas há outros também que podem ser escolhidos de acordo com a estratégia adotada, como vídeos, podcasts e webinars. O importante é fazer tudo com planejamento e muito cuidado. Os resultados podem não ser imediatos, mas não tenha dúvidas de que são sólidos e qualificados.

Por isso, se você quiser fazer um marketing de conteúdo que ofereça retorno à sua loja, seja física, seja digital, de qualquer segmento, conte com a gente aqui na Humantech! Temos toda a experiência para conduzir essa ação com muito cuidado e exclusividade. Fale com a gente ou deixe o seu comentário no espaço abaixo!

Clique aqui e baixe grátis o e-book sobre Marketing de Conteúdo

Tópicos:

Comentários