Confira os erros no Instagram que são mais comuns e saiba como evitá-los

Confira os erros no Instagram que são mais comuns e saiba como evitá-los

Por nem sempre haver um planejamento em relação à estratégia utilizada, muitas empresas acabam cometendo muitos erros no Instagram. Eles vão desde fazer ações sem pensar no perfil da empresa, do seu público e da própria rede social até o uso da rede sem planejamento algum. O problema é que isso representa uma grande oportunidade desperdiçada, já que, segundo o próprio Instagram, o Brasil tem a segunda maior base de usuários ativos do mundo.

Os números que sustentam esse dado são robustos: são cerca de 50 milhões de usuários ativos mensais, 15 milhões de perfis comerciais existentes mundialmente (Instagram para empresas) e dois milhões de anunciantes. Com tanta gente observando o que acontece por lá, o espaço se tornou uma ótima oportunidade para as empresas se aproximarem de seu público e mostrarem seus produtos e serviços.

Mas é preciso fazer isso de forma correta. Caso contrário, o risco de prejudicar a imagem da sua empresa é alto, como qualquer estratégia mal pensada nas redes sociais. Por isso, vamos indicar alguns cuidados essenciais para que a atividade da sua empresa no Instagram seja um sucesso!

Conteúdo deve ser planejado para evitar erros no Instagram

Que o Instagram é uma ótima forma de mostrar os produtos e serviços, todos sabem. Mas também é verdade que nem todo conteúdo funciona bem nessa rede social. Um exemplo: não dá para publicar o mesmo textão do Facebook no Instagram, que é muito mais visual e que exige mais imagem do que do texto.

Aliás, replicar o mesmo post em redes sociais diferentes é uma prática desaconselhada de forma geral. Por isso, é importante fazer um planejamento específico para os posts deste canal, programando, por exemplo, todo o conteúdo que será publicado em um determinado período.

Falando nisso, é um erro comum no Instagram postar as imagens de algo que está acontecendo exatamente naquele momento sem planejamento (como ao fazer a cobertura de uma feira, por exemplo). Você até pode fazer essas publicações instantâneas, mas lembre-se de prever essas comunicações anteriormente e fazer tudo com muito critério. Afinal, os seguidores podem comentar e reagir às publicações e você precisa ter um padrão para saber responder a essas interações. Além disso, a qualidade visual (enquadramento e foco das imagens, ângulo dos vídeos) deve estar em harmonia com os demais materiais publicados.

Clique aqui e baixe grátis o infográfico sobre a importância de produzir vídeos para conquistar mais audiência

Frequência correta das postagens é fundamental para o sucesso

Sabe quando alguém posta uma foto atrás da outra e enche a timeline apenas com o seu conteúdo? Isso costuma incomodar os usuários e, portanto, deve ser evitado pelas empresas. Se você precisa divulgar mais imagens de uma só vez, utilize apenas um post, já que é permitido postar até dez fotos em uma única publicação.

Aliás, tenha cuidado com as imagens postadas no Instagram. Essa rede social é extremamente visual e, por isso, as fotos e vídeos devem ter boa definição. Lembre-se de estabelecer um padrão para que o feed fique organizado.

Voltando à periodicidade, o ideal é que as empresas façam, no máximo, duas publicações por dia. Assim, evitam que os usuários se cansem dos seus conteúdos. Mas também não fique muito tempo ausente, ou os seguidores vão se esquecer da sua presença na rede social.

Além disso, também é importante definir um horário para as publicações a partir da análise dos momentos em que os usuários costumam interagir mais com os posts da empresa.

Exagero na quantidade de hashtags é prejudicial para o alcance

A hashtag funciona como um mecanismo de busca no Instagram. Assim, se um usuário quiser conhecer algum restaurante no Rio de Janeiro, por exemplo, ele pode colocar #restauranterj no campo de pesquisa e verificar os resultados em busca do lugar mais atrativo para visitar.

Porém, o excesso de hashtags, principalmente aquelas com termos mais genéricos, acaba restringindo o alcance da publicação na busca. Assim, de nada vai adiantar que o restaurante do Rio de Janeiro publique um post com as hashtags comida, restaurante, feijoada, churrasco etc., já que elas acabam se perdendo em meio a tantas publicações com os mesmos termos.

Neste sentido, utilize hashtags segmentadas e específicas. No máximo, cinco por post. Se você quiser utilizar mais hashtags, coloque-as no primeiro comentário da publicação, onde também ficam acessíveis aos mecanismos de busca.

Comprar seguidores é um dos principais erros no Instagram

Se tem algo que pode colocar toda a estratégia de uma empresa por água abaixo no Instagram é a compra de seguidores. Em princípio, isso parece algo positivo, já que o perfil consegue vários seguidores de forma rápida. Mas essa prática nada mais é do que o que os especialistas chamam de números de ego, ou seja, um “resultado” que não vai servir estrategicamente para nada.

Inclusive porque perfis fantasmas ou falsos não vão comprar nada da sua empresa, não é verdade? Justamente por conta deste motivo, em médio e longo prazo essa postura tem vários impactos negativos.

O primeiro deles é que, como dissemos, vários desses seguidores são falsos. Assim, haverá pouco engajamento com as publicações, mesmo que existam milhares de seguidores, o que também pode prejudicar a visão dos usuários reais sobre o seu conteúdo. Afinal, como uma um perfil tem tantos seguidores e nenhuma interação?

Além disso, também há políticas da rede social que penalizam quem utiliza essa prática, colocando em risco a imagem do seu negócio na plataforma. Por último, comprar seguidores prejudica a análise da empresa sobre quem realmente está interagindo com a marca.

O stories está ali para ser utilizado!

O stories é uma funcionalidade cada vez mais utilizada pelos usuários do Instagram e uma oportunidade também para os perfis comerciais. Para as empresas, o ideal é utilizar esse espaço para criar uma aproximação ainda maior com o seu público.

É possível fazer stories da rotina da empresa e dos seus funcionários, por exemplo, mostrando como os produtos são feitos ou como eles funcionam. É uma boa forma de estabelecer uma conversa informal com o público e até mesmo humanizar os produtos e serviços oferecidos. Por isso, planeje e invista também no stories!

E então, o que você achou dessas dicas para a estratégia de comunicação da sua empresa? Não deixe de compartilhar com a sua equipe! Além disso, lembre-se que contar com especialistas é fundamental para ter sucesso no planejamento da comunicação digital do seu negócio. Entre em contato com a gente e saiba como podemos ajudá-lo!

Clique aqui e conheça as soluções da Humantech

Tópicos:

Comentários